Exposição - Cultura Alemã - 100 Anos

Exposição - Cultura Alemã - 100 Anos

História do Festival do Chucrute - Estrela-RS













História do Festival do Chucrute

Pesquisa Airton Engster dos Santos
Fotos: Memorial da Aepan-ONG


Em 1964 e 1965 o coro da Comunidade Evangélica de Estrela, realizou o “Baile do Coro” com outros corais da região convidados.

Nesta época, um conjunto de pessoas, ligados à Comunidade Evangélica de Estrela, entre eles o casal Adolfo e Elga Ziebel, ensaiaram alguns pares de dançarinos em uma garagem, para dança de músicas típicas alemãs que depois seriam apresentadas pela primeira vez em 1965, justamente no “Baile do Coro”.

Em 1966, o Baile do Coro passou a denominar-se de “Baile do Chucrute, com decoração, música e comida alemã, obtendo extraordinário sucesso.

Nesse ano (1966) houve em Estrela uma grande comemoração pois o município completava 90 de emancipação político administrativo, com feira, desfile estudantil, caros alegóricos e enorme público visitante de outras localidades.

O desfile de um caminhão devidamente enfeitado, com jovens tipicamente trajados e o maestro Ziebel com seu bandonion, tocando músicas alemãs convidando para o I Baile do Chucrute foi um sucesso.

Em maio de 1967, no dia do aniversário de Estrela aconteceu o II Festival do Chucrute, desta vez bem mais organizado. Até cartaz promocional foi impresso.

Sucessivamente o Festival do Chucrute foi sendo realizado ano a ano, sempre com grande sucesso, desde 1966 até os dias atuais, sempre no mês de maio.

Porém Gernot Costa que era o responsável pela organização do evento, faleceu em 1978, gerando grande consternação na comunidade, bem como um problema de difícil equação: Quem iria assumir tal responsabilidade?

O casal Günther e Liliam Lengler assumiram então a organização do Festival, permanecendo até 1982, quando passou a ser escolhido alguns casais da comunidade para formar a tradicional comenda, que a partir de 1983  assumiu o evento.
A primeira comenda que organizou o Festiaval de 1983 foi formada pelos casais: Adroaldo e Vanice Nunes; Güther e Ilse Wagner; Victo e Varna Fensterseifer.

Por ocasião do 40º Festival do Chucrute, em 2005, foram confeccionados os dois bonecos, já tradicionais em cartazes, Chuck e a Ruth, que fizeram grande sucesso, principalmente entre as crianças.

O Baile do Chucrute é uma alusão ao prato típico da cozinha alemã, o “Chucrute”. Nos enfeites de salão e nos desfiles pelas ruas, são utilizadas as cores do município: azul, vermelho e branco. A tradicional comida alemã e a cerveja são marca registrada nos Festivais do Chucrute, juntamente com as apresentações dos Grupos de Danças Folclóricas Alemãs de Estrela e os já consagrados bailes e cafés coloniais.

Os bailes e cafés são muito concorridos, inclusive com a presença de autoridades de todos os níveis, participando das promoções.

Ao longo dos anos, outras promoções e atividades foram sendo incorporadas ao Festival do Chucrute, como: Festa das APAEs, Festa do Idoso, Encontro de grupos de danças de outras cidades e Maifest no Parque Princesa do Vale.

Pesquisa Airton Engster dos Santos
Fotos: Memorial da Aepan-ONG

Nenhum comentário: